PRESS RELEASE

Wild Life tem como objetivo popularizar as emoções dos jogos com classificação 18+



O jogo proporciona aos jogadores controle total e imersivo sobre combates e experiências sexuais num ambiente de RPG emocionante




BERLIM, Alemanha (21 de setembro de 2021) — Embora o mundo dos videogames adultos esteja crescendo em popularidade, o gênero não está nem perto de atingir seu potencial total. Ao criar simulações sexuais mais realistas, os criadores de jogos estão começando a ultrapassar os limites do que é possível para os jogos e o futuro do sexo, enquanto exploram o que será aceito pelos mercados convencionais quando os mundos dos jogos e do sexo colidirem. E no centro de desenvolvimento de jogos Candy Valley Network, a equipe espera decifrar o código do sexo e dos jogos para que seu jogo Wild Life torne-se o primeiro jogo adulto indie mainstream.

Os criadores de Wild Life assumidamente descrevem o jogo como classificado para adultos (x-rated), pois conduz os jogadores por um mundo excitante de encontros selvagens. Os jogadores conduzem Maya ou Max enquanto exploram o exuberante e selvagem planeta Kerpal, que, apesar de toda sua beleza, guarda perigos ocultos em cada esquina. Maya é descendente dos habitantes do planeta que sobreviveram à queda de sua nave colonizadora há milênios e, desde então, se adaptaram aos perigos do novo mundo. Às vezes, essas adaptações significam que eles mesmos se tornaram perigosos. Max faz parte de uma expedição a Kerpal liderada por um grupo de exploradores, mas alguns deles têm motivações mais sombrias.

Max e Maya precisam navegar por esses sombrios desafios naturais e humanos enquanto determinam em quem podem confiar e quem foi dominado pelos seus instintos animalescos, representando um grave perigo para eles e para os outros em Kerpal.

Num ambiente de RPG envolvente, Wild Life permite que os jogadores participem de combates visualmente deslumbrantes e se envolvam em interações sexuais ainda mais espetaculares, com detalhes jamais vistos antes num ambiente de jogo.

Com suas experiências sexuais ricas e envolventes, Wild Life busca inovar no sexo em jogos. Enquanto Max e Maya exploram Kerpal, os jogadores experimentam simultaneamente os desejos sexuais dos personagens principais, impulsionando suas interações sexuais com um elenco diversificado de personagens, tanto humanos quanto animalescos. Os jogadores podem experimentar as cenas de sexo interativas, envolvendo Max e Maya nas preliminares; mudanças de posição; experiências interativas como beijar, agarrar e massagear; usando brinquedos sexuais; e em atividades pós-sexo. Se Max e Maya descobrirem o que os habitantes da ilha realmente desejam, serão recompensados com encontros sexuais estimulantes e satisfatórios. Mas se forem rejeitados muitas vezes, suas chances de intimidade se esgotam rapidamente.

No momento, Wild Life está arrecadando fundos através das plataformas de crowdsourcing Kickstarter e Patreon para levar o projeto à produção total. Conforme prossegue o desenvolvimento, o jogo estará disponível no Patreon para PC em dois modos, Demo e Sandbox. Ao contribuir para o processo, os membros da comunidade Patreon ganham acesso a vários aspectos do jogo em desenvolvimento. A equipe espera lançar o produto na mídia mainstream e mundialmente.


Até agora, a versão demo recebeu ótimas críticas de apoiadores e influenciadores do setor por seu rico e envolvente ambiente de jogo e gráficos impressionantes e realistas.

“Nosso objetivo com Wild Life não é apenas criar uma experiência de jogo de alto nível, mas também revolucionar a forma como o mercado de jogos pensa e interage com o sexo", disse Christian Wagenfeldt, CEO da Candy Valley Network. “Estamos empolgados em apresentar essa experiência tentadora e imersiva para o público em geral muito em breve, dando a todos a chance de experimentar os jogos de uma forma eletrizante que eles nunca experimentaram antes”.

Para saber mais e contribuir com os esforços de desenvolvimento, visite o site Patreon do Wild Life em https://www.patreon.com/adeptussteve.

# # #

Para mais informações sobre Wild Life ou questões relacionadas à imprensa, entre em contato com Livia Vasconcellos em livia@candyvalleynetwork.com.